A Jaguatirica: Intenções Sagradas

“O Espelho Fumegante muda de forma para tornar-se a Jaguatirica de olhos espelhados.”

Outrora, o Espelho Fumegante e a Serpente Emplumada disputavam quem tinha os poderes divinatórios mais fortes. Qual visão prevaleceria? O conflito se tornou tão feroz que provocou uma guerra. A Serpente Emplumada saiu vitoriosa. E baniu o Espelho Fumegante para o céu noturno por 666 dias. A Jaguatirica é chamada de Senhora do Norte, Senhora da Mais Escura das Noites. Ela se funde com as estrelas. Espalhada pelo céu, permanece escondida e frustra qualquer perseguidor. Dessa perspectiva, ao longo dos séculos, a Jaguatirica baixava o olhar para as profundezas do oceano. Após a sentença ser cumprida, ela mergulhou no fundo das águas. Tornou-se uma só com a Mãe das Águas, uma serpente marinha que flutuava através de um mundo aquático. Contorcendo-se, e impelida pelas fortes correntes das marés, ela lutou para chegar à superfície. Na margem, ela saiu à tona e escalou o topo mais alto da samaúma sagrada. Até hoje ela senta entre as flores brancas, e os olhos metálicos cortam como lâminas na escuridão.

A jaguatirica vê e torna as percepções maleáveis. Permanece concentrada no desígnio sagrado. Céu, terra e água – o felino sagrado pode mover-se através desses elementos com graça e perfeição. O caminho da Jaguatirica é solitário, e um passo solitário de cada vez. Quando pretendemos alcançar um objetivo, não temos de fazer concessões, mas frequentemente temos que nos vergar. Precisamos nos esgueirar através das forças que bloqueiam o objetivo. A jaguatirica nos ensina a usar a intuição para contornar os obstáculos. Seu grande conhecimento do interior da Terra a habilita a espreitar o mundo da superfície, guardando o poder para mudar de forma através de muitos portais interdimensionais.

A palavra mais para “xamã” e “jaguatirica” é a mesma.

A Jaguatirica tem o poder de unir desejo e ação. A jaguatirica tem a lucidez para tomar atitudes sem dispersão de energia. Ela tem um espírito corajoso e pode ajudá-lo a vencer o medo. Quando o caminho está repleto de perigo, a Jaguatirica reconhece a única opção disponível para a sobrevivência. A totalidade do seu ser é acessível – a mente, o corpo, as emoções. A Jaguatirica aciona o poder interior para triunfar sobre as adversidades.

Lucidez não é controle. É a capacidade de confrontar a realidade que está diante de você. É absoluto desejo. Controlar é uma forma de medo, uma separação entre o eu e a essência. O controle é o modelo filosófico e um princípio fundamental do pensamento ocidental. Entretanto, o controle não é incorporado porque é uma restrição de valor pessoal. Ao perder o controle, em geral, alguém pode sentir uma perda de identidade, mas a perda ocorre quando se usa o desejo de uma maneira imprópria. O verdadeiro desejo implica livre-arbítrio, além de expectativas egoísmo e fantasias. O desejo sempre deve estar amarrado à ação. Você é e você age.

Inversamente, a Jaguatirica não é obcecada pela ação. Ela faz tudo a seu tempo. Sabe como permanecer tranquila à espera. Tem disciplina e sabe regular o próprio ritmo. Sabe o momento precioso de atacar. A sua existência e seus atos se fundem numa unidade. Sem pensar, seu desejo é realizado.

Há muito tempo, antes das grandes tribos mesoamericanas, e mesmo antes das tribos das cavernas, existia o poder sagrado dos animais. O macaco, a arara, a abelha, a formiga e outros animais viviam em confusão e se metiam em discussões acaloradas. A jaguatirica interveio e ensinou os animais o Desejo Sagrado. Com o desejo, o caminho de cada animal tornou-se claro, e todos aprenderam a conviver em equilíbrio e harmonia.

A jaguatirica pode ser gentil ou agressiva – uma colaboradora ou uma inimiga. A jaguatirica adora jogar com a vida e a morte. Ela vai direto no alvo. Na caçada, a Jaguatirica executa uma matança justa. A jaguatirica é reconhecida pela quietude interior e pelo esforço sem esforço. A Jaguatirica é centrada, confiante e pacífica. O poderoso olhar da Jaguatirica é de uma força de vontade inabaláveis, e ela vê muito do que não pode ser visto pelos demais.

Certas pessoas iludem os próprios olhos. Algumas penduram os olhos numa árvore, enquanto outras os reviravam no chão, acertando-os com um bastão. Outras atiram os olhos a uma grande distância. Há ainda aqueles que oferecem ao búfalo, ou até a um ratinho. Aquela dos Olhos de Prata Espelhados é capaz de penetrar toda a escuridão e adivinhar o futuro.

A carta da Jaguatirica, de número quatorze, é uma fusão de sete e sete – sete à esquerda e sete à direita. Isso significa magia no mundo terreno, e magia através das dimensões. A Jaguatirica é intimamente associada à jaguatirica Sagrada e ao Sol. As pintas na pelagem representam as manchas solares e outras atividades do Sol. A jaguatirica é a encarnação do desejo cósmico. O trabalho do Sol é criar radiação e luz para promover a compreensão espiritual e o despertar da humanidade, e de todas as demais formas de vida. O desejo consciente é energia sobrenatural armazenada na mente. 

A presença da Carta da Jaguatirica na consulta é um bom presságio. A Jaguatirica, com seus penetrantes olhos espelhados, pode oferecer-lhe clareza. Tome-lhe os olhos e atire-os em outros mundos, pois eles voltarão para contar sobre futuros insondáveis. Os olhos dela podem viajar através do tempo. Podem explorar o mundo espiritual. Seus olhos podem ascender ao céu. A Jaguatirica personifica a capacidade de alcançar o impossível. Ela é infatigável e ensina você a querer realizar o desejo de verdade. Talvez você esteja obcecado pelo resultado, e se estiver, jamais ficará satisfeito. A Jaguatirica sabe que cada passo do caminho em direção ao desejo é o desejo em si. 

A Carta da Jaguatirica aconselha você a parar de fingir. A Jaguatirica pergunta: “Qual a sua verdadeira intenção?” “O que está fazendo aqui? O que deveria estar fazendo? De que maneira pode fazê-lo? Que preço está disposto a pagar pela sobrevivência do planeta?”

Descubra o seu verdadeiro propósito na vida. Jogue fora o velho eu descartável e conquiste um eu que viva em comunhão com a criação. Harmonize a sua vontade com a vontade do universo. faça um pacto com o absoluto e cumpra a sua parte. Empenhe-se de coração e alma e siga adiante sem pensar. Depois, observe-se enquanto cruzar as velhas fronteiras rumo à aliança, e torne o impossível possível. 

Domine os seus Desejos Sagrados e você dominará o mundo. “

 

Texto extraído do livro que acompanha as cartas, Oráculo 2013 (se lê vinte treze), de David Carson e Nina Sammons. As ilustrações, ótimas são de Gigi Borri. A editora é Pensamento. O David Carson foi quem escreveu com a Jamie Sams as Cartas do Caminho Sagrado.

Este estudo é maravilhoso e eu compartilho com a intenção de levar o conhecimento a todos e permitir esta conexão. A Medicina é muito bonita, ancestral, muito bem escrita e bem ilustrada. Muito vemos das onças e jaguatiricas, jaguares e panteras estampadas em várias temáticas. Tá aí a profundeza das Medicinas.

Gratidão!

Se você quiser me conhecer um pouco mais, dê uma olhada no site. Sou terapeuta holística e faço consultas maravilhosas on-line. Conheça um pouco mais, e marque uma consulta, para colocar a vida em ordem, na batida que você desejar.

Grace Maria Govinda

kin 114, Terapeuta Holística.

oraculo_2013

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s